O museu

O Tesouro da Madonnetta é constituido  por uma coleção de quadros, relicários, objetos sagrados de culto, decoração e  parâmentos. Esse por sua vez completa o patrimônio artístico do santuário e  de consequência tornou-se  importante tanto pelo valor intrinseco de muitos objetos quanto ao seu número excepcional, a maioria são oferendas dos devotos à Madonnetta; O Tesouro teria sido muito mais deslumbrante se durante a República (1746) e na época  de Napoleão em diversas ocasiões não o tivessem espoliado. Atualmente uma mínima parte está exposta numa sala-museu adjacente ao altar-mor, inaugurada em dezembro de 1977.

palio

 Podemos citar entre os quadros mais valiosos: a Anunciação, díptico em madeira de Ludovico Brea (1495); Assunção (O. De Ferrari); Visão de S. Caterina de Gênova (esboço de C. Ratti); Ceia de Emmaus (escola Strozzi); várias Assunções feitas pelos mestres genoveses; alguns quadros de P. Teresio Languasco, agostiniano descalço, discípulo de Piola. Os relicários preciosos são mais de uma centena, feitos em madeira dourada ou em metal precioso (as duas coleções em prata são mais salientes (escola romana XVII)  e também  peças em filigrana (Campoligure XVIII).

Os tecidos  e bordados  tanto ligures como franceses  constituem a decoração sagrada: Casula bordada do Venerável, Pálio da Assunção (è considerado o mais lindo bordado da Liguria, Savona 1722) Pluviale e estola,  outros Relicários ( obtídos das roupas do Doge Stefano Lomellini), e por fim as rendas de Veneza.